Ano da Fé – “Vocação universal à Santidade na Igreja” | Passionistas de  Portugal

O Papa Bento XVI proclamou o Ano da Fé, celebrado em 2012-2013. O motivo está revelado nestas palavras que tiramos da homilia da Missa de abertura do Ano da Fé, a 11 de Outubro de 2012:

<< Hoje, com grande alegria, 50 anos depois da abertura do Concílio Vaticano II, damos início ao Ano da fé." (...) Ano da fé que estamos inaugurando hoje está ligado coerentemente com todo o caminho da Igreja ao longo dos últimos 50 anos: desde o Concílio, passando pelo Magistério do Servo de Deus Paulo VI, que proclamou um "Ano da Fé", em 1967, até chegar ao o Grande Jubileu do ano 2000, com o qual o Bem-Aventurado João Paulo II propôs novamente a toda a humanidade Jesus Cristo como único Salvador, ontem, hoje e sempre. Entre estes dois Pontífices, Paulo VI e João Paulo II, houve uma profunda e total convergência na visão de Cristo como o centro do cosmos e da história, e no ardente desejo apostólico de anunciá-lo ao mundo. Jesus é o centro da fé cristã. O cristão crê em Deus através de Jesus Cristo, que nos revelou a face de Deus. Ele é o cumprimento das Escrituras e seu intérprete definitivo. Jesus Cristo não é apenas o objeto de fé, mas, como diz a Carta aos Hebreus, é aquele «que em nós começa e completa a obra da fé» (Hb 12,2). >>

___ ___ ___

Foi neste contexto que a EDMS quis dar o seu humilde contributo, elaborando um conjunto de cânticos para as celebrações litúrgicas, com textos da Sagrada Escritura, escolhidos com a contribuição de Dom João Marcos, e com a composição musical do Padre Teodoro de Sousa e do Padre Diamantino Faustino. 

"Ad maiorem Dei Gloriam".

Contacto

Escola Diocesana de Música Sacra
Rua dos Lusíadas, 4A
2795-127 Linda-A-Velha

21 414 66 10

Segue-nos nas redes sociais:

 

 

 

Escola Diocesana de Música Sacra - Patriarcado de Lisboa

Desenvolvido por Webnode